3º Seminário Cidadania 2.0 – BH, 2017

O Seminário Cidadania 2.0 – Cultura, Juventude e Terceiro Setor ocorrerá entre os dias 20 e 21 de Setembro de 2017, na sede da ONG Contato, em Belo Horizonte – MG.

O projeto faz parte do Programa Cidadania 2.0, iniciativa da ONG Contato, com o patrocínio do Fundo Estadual de Cultura de Minas Gerais e o BDMG – Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais.

Em sua 3ª Edição, o seminário contará com a presença de intelectuais, ativistas, representantes de entidades socioculturais, governos e empresas, com o objetivo de contribuir para as reflexões sobre o papel do terceiro setor no desenvolvimento social, utilizando a cultura como instrumento de diálogo com a juventude.

Venha contribuir para a criação de uma rede de solidariedade urbana tendo a cultura como mecanismo de transformação social.

Data: 20 e 21 de Setembro de 2017
Local: Sede da ONG Contato (R. Pouso Alto, Nº: 175, B. Serra – Bwlo Horizonte, MG)

Programação completa:

Dia 1 – 20/09 – Quarta feira

10:00 às 12:00 Horas – Debate – Abertura

· Cultura e Democracia – Ângelo Oswaldo (Secretário de Cultura de Minas Gerais), Guilherme Varella (Instituto Cultura e Democracia) e Juca Ferreira (Secretário de Cultura de Belo Horizonte).

14:00 às 18:00 Horas – Diálogos da Cidadania

· Roda da Rede – Encontro de Entidades Socioculturais de BH

19:00 às 22 Horas – Debate

· Gênero, Ativismo e a Cidade – Áurea Carolina (Vereadora – BH) e CURA (Juliana Flores e Janaína Macruz) (BH). Mediação: Manu Grossi (AM Galeria de Arte e Sexta Valente).

Dia 2 – 21/09 – Quinta feira

10:00 às 12:00 Horas – Debate

· Os Meios da Comunicação – João Paulo Cunha (Jornalista – BH), João Brant (Jornalista e Ex-Secretário Executivo do MinC) e Baixo Ribeiro (Coordenador do Instituto Choque Cultural).

14:00 às 18:00 Horas – Diálogos da Cidadania

· Roda da Rede – Encontro de Entidades Socioculturais de BH

19:00 às 22 Horas – Debate

· Delírios Utópicos – Claudio Prado

Conheça melhor os participantes do Seminário:

  • Ângelo Oswaldo

    Secretário de Cultura de Minas Gerais –  Foi presidente do Conselho do Instituto Brasileiro de Museu – IBRAM. É escritor, curador de arte, jornalista profissional, advogado e gestor público.

  • Áurea Carolina

    Vereadora de Belo Horizonte – Ativista de movimentos feministas, negros e juvenis, educadora popular e cientista política.

  • Baixo Ribeiro

    Arquiteto, Curador de Artes Plásticas e Visuais e fundador do Instituto Choque Cultural em São Paulo.

  • Claudio Prado

    Ativista do movimento de Contracultura nos anos 70, Coordenador do Programa de Cultura Digital do Ministério da Cultura do Brasil na Gestão Gilberto Gil, Criador e Apresentador do Programa de web “Delírios Utópicos com Cláudio Prado”.

  • Guilherme Varella

    Instituto Cultura e Democracia – Advogado, pesquisador, gestor cultural e Ex-Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura.

  • CURA

    JULIANA FLORES – Jornalista, Diretora da Editora Aletria, Produtora Cultural e uma das fundadoras do projeto CURA – Circuito de Arte Urbana de Belo Horizonte. JANAÍNA MACRUZ – Ativista, Produtora Cultural e uma das fundadoras do projeto CURA – Circuito de Arte Urbana de Belo Horizonte.

  • João Brant

    Jornalista, Pesquisador em Comunicação Social e Ex-Secretário Executivo do Ministério da Cultura.

  • João Paulo Cunha

    Jornalista formado em Psicologia, Pedagogia, Filosofia e Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais, Ex-Editor do Caderno de Cultura do Jornal Estado de Minas e Ex-Presidente do BDMG Cultural.

  • Juca Ferreira

    Secretário de Cultura de Belo Horizonte – Sociólogo, ambientalista, Ex-Secretário de Cultura de São Paulo e Ex-ministro da Cultura do Brasil.

  • Manu Grossi

    Diretora Artística na Empresa AM Galeria de Arte, Pesquisadora em Artes Visuais e uma das fundadoras do movimento Sexta Valente.